Problemas Dentários causam Parto Prematuro? Sem Avaliações.

CLIQUE 2 VEZES NA TELA DO CELULAR PARA LER MELHOR!

LEIA TODO O ARTIGO E DEPOIS CLIQUE NOS LINKS PARA VER O PROGRAMA DA SEMANA PASSADA E O LINK DO PROGRAMA DESSA SEMANA!

O  PROGRAMA “RAIO-X DO SORRISO” É TODA QUINTA-FEIRA AO MEIO DIA E ASSIM QUE TERMINA, DISPONIBILIZAMOS O LINK! 

PARTICIPE COM A GENTE! 

EU E CLÓVIS RIBEIRO NA RÁDIO CIDADÃ 87.5 FM

FACEBOOK: https://www.facebook.com/paula.p.deabreu/videos/10155607914132751/?__xts__[0]=68.ARBQzsDbchkKCldc7OAcU1VPD_5Y5bHAT6jTFjCUoaJPkF093Gt2YEl05GNms524k-RO8P8vxO5VKqct-2NF_o7ZT5me9Xp9EKD2CQNIFqGa9JgiVDyl-vXYj0mECxWGNCwN7oO6LNUXa12KLXlCazFTtvpGLyhWWy5S4A2isMOnSGc3aw2aBEs&__tn__=-R

YOUTUBE: https://www.youtube.com/watch?v=lnVedrdjbxg

É um tema mais INFORMATIVO E DIVERTIDO que o outro!

Acompanhe também pelo Facebook, Youtube e Instagram!

E aí gente! Tudo bem com vocês?

Prontos para mais um assunto interessante sobre o Seu Sorriso?

E vamos falar sobre uma declaração pra lá de polêmica feita por Bolsonaro há um tempo sobre a relação de Problemas Dentários e Partos Prematuros.

Vamos rever o que foi dito:

“Uma criança que nasceu precocemente com 6 a 7 meses, tem um custo altíssimo na UTI neonatal. E por que nós temos muito prematuro no Brasil? A primeira questão segundo diz os médicos, é uma questão de cáries. Então quando se for fazer o pré-natal, a ideia de imediato, é de você já mandar (a gestante) para o dentista. E você economizaria muito no tocante a isso”.

SERÁ QUE É VERDADE?

Se você já ouviu essa frase ou o vídeo, sabe que isso causou muitos comentários na época e causa até hoje!

Não vou me ater ao momento político, ao candidato em si ou a partidos, mas à declaração em questão que tem a ver muito com a Saúde Bucal de Nosso país.

Somos um país de desdentados, em que alguns estudos apontam que quase 50% da população é desdentada total – ou seja – SEM NENHUM DENTE!

Muita pouca atenção se dá a isso, e isso vemos que em todos os níveis de governo: Municipal, Estadual e Federal. E essa é uma chance de falar sobre isso.

GRAVIDEZ 

O período de gravidez é um dos mais importantes da vida de uma mulher e merece mais atenção com certeza – tanto quanto à saúde em Geral quanto à Bucal. E eu vi recentemente por parte de conhecidos esse assunto voltar à pauta.

O que acho uma excelente oportunidade de como DENTISTA expor uma realidade do Brasil em falar sobre esse assunto.

Quanto à declaração, eu concordo que problemas bucais podem levar a partos prematuros. Isso é verdade.

Porém, espero que tenha Percebebido que deixei em negrito algumas palavras da declaração. Isso porque tenho algumas complementações a fazer.

  1. Talvez eu não falasse que a primeira questão ou que o principal motivo de bebês serem prematuros são as cáries. Existem outros fatores importantes como: rotura prematura da bolsa amniótica; Incompetência do colo uterino; Infecção uterina; Descolamento da placenta; Pré-eclampsia; Anemia; Doenças como tuberculose, sífilis, infecção renal; Gravidez de gêmeos ou mais bebês; Fertilização in vitro; Malformação fetal; Esforço físico intenso; Uso de drogas ilícitas e bebidas alcoólicas; Miomas uterinos; Cesariana anterior; Vaginose bacteriana; Presença de estreptococos do grupo B. Porém, existem sim uma correlação do parto prematuro com doenças gengivais e periodontais.

2. Talvez eu não utilizasse a palavra cárie, mas Problemas Dentários em geral.

3. E talvez eu não falasse somente médicos, mas também Dentistas!

Apesar dessas observações, e foi em uma declaração bem rápida, achei interessante o foco na Prevenção em diminuir os problemas de saúde da população para diminuir os custos para o tratamento. O que é bem válido.

Achei essa explicação bem simples num site, mas bem esclarecedora:

“As bactérias dos problemas bucais, como a cárie ou a gengivite, podem atingir o bebê através do sistema circulatório e se fixar no tecido que o protege dentro do útero, a placenta. O ataque é interpretado pelo corpo como momento de “salvar” o bebê e a grávida pode entrar em trabalho de parto muito antes do previsto. Assim, o bebê pode nascer prematuro. Além disso, a criança pode ter baixo peso, problemas de visão ou audição.”

NÃO TORÇA O NARIZ!

Talvez você esteja torcendo o nariz agora como na foto, pois tenha achado uma verdadeira bobagem essa declaração. Mas como dentista eu afirmo que é uma REALIDADE, apesar de faltarem informações adicionais.

E tenho certeza de que provavelmente você e muita gente tenha surpresa com essa relação de Falta de Saúde Bucal e Parto Prematuro, o que não é de se espantar.

Um país em que a Saúde Pública não é levada a sério e nem passa nem perto das prioridades do nosso governo, reflete diretamente na falta de informação GERAL pelo assunto, por parte da grande maioria da população.

GESTAÇÃO É UM SONHO E DEVE SER ACOMPANHADA DE PERTO!

A gestação, apesar de hoje em dia ser uma opção, ainda é um sonho de grande parte das mulheres.  Porém, com tantas outras prioridades e preocupações, a Saúde Bucal é literalmente deixada de lado.

O Dia 20 de março é o Dia Mundial da Saúde Bucal e a grande maioria das mulheres e da população desconhece a importância do pré-natal odontológico. Isso porque a falta de cuidado com a Saúde Bucal durante a gravidez pode resultar sim em quadros de pré-eclâmpsia (pressão alta) e até prejuízos para o bebê – como baixo peso e nascimento prematuro.

Nessa fase da vida, as Mulheres se preocupam na maioria das vezes em somente tomar o ácido fólico e em fazer as consultas médicas. E nem se lembram de fazer um checkup da boca antes de engravidar.

Muitas grávidas confessaram que só procuraram o Dentista após sentirem dor de dente durante a gravidez por ficarem com medo de que algo pudesse prejudicar o bebê.

E mesmo tendo uma boa higienização, as alterações hormonais, metabólicas, nutricionais e microbianas típicas da gestação deixam a mulher com maior predisposição às doenças gengivais.

A gravidez não causa a doença bucal, mas deixa a mulher mais propensa a ela ou pode agravar um quadro preexistente.

Ou seja: deve-se ter um cuidado redobrado nessa fase!

Médicos afirmam que há fortes evidências Sim de que mães com doença periodontal têm mais chance de ter filhos prematuros (abaixo de 37 semanas de gestação), com baixo peso.

Segundo o pesquisador da Universidade Regional de Blumenau João Luiz Gurgel (CROSC 7074), vários estudos apontam para uma ligação entre a periodontite e complicações na gestação.

GENGIVITE/ PERIODONTITE

A gengivite é causada pelo acúmulo de restos alimentares por mais de 12 horas. Seu sintomas são gengiva vermelha, sangramento, inchaço e mau hálito.

A periodontite é a fase mais avançada da gengivite, quando há perda óssea além da inflamação e retração da gengiva. E isso pode dar a impressão de que os dentes têm uma aparência mais alongada.

A gengivite tem tratamento, que consiste em escovação três vezes por dia e uso de fio dental pelo menos antes de dormir. Casos em que tenham avançados para uma periodontite, é recomendado a limpeza feita por um cirurgião-dentista no consultório.

POR QUE PROBLEMAS DENTÁRIOS INDUZEM AO PARTO PREMATURO

A prematuridade é uma das maiores causas de mortalidade e de problemas de saúde nos recém-nascidos.

É comum haver problemas bucais em gestantes, ainda mais se a gravidez não foi planejada, pois não houve tempo hábil para tratar. Não houve a chance de verificar a saúde bucal e fazer o tratamento do que precisava antes.

Normalmente, quando a gravidez é planejada, o ginecologista orienta a paciente a fazer uma consulta no dentista para passar por um exame clínico da cavidade oral e se necessário, fazer exames radiográficos.

O sangramento acontece quando a gengiva está inflamada por causa de placa bacteriana não removida pela escovação e fio dental.

Devido a alteração dos hormônios durante a gravidez, pode haver uma piora se houver inflamação da gengiva. Porém, a gravidez isolada não é a responsável por ela.

Pesquisas revelam que a placa bacteriana que provoca a inflamação na gengiva libera uma molécula de composição próxima à droga que é injetada para induzir o parto. Os lipopolissacarídeos das bactérias periodontais estimulam a produção de citocinas que podem causar contrações uterinas e dilatação prematura do colo uterino, adiantando o parto e assim o recém-nascido pode apresentar baixo peso.

CAUSAS DOS PROBLEMAS DENTÁRIOS NA GRAVIDEZ

– Aumento do apetite;

– Alimentação em horários fora das refeições;

– Alimentos doces (aumento da acidez da saliva);

– Presença dos enjoos;

– Falta de higienização bucal.

DIETA CONTRIBUI PARA PROBLEMAS BUCAIS

Uma dieta de má qualidade associada à diminuição da frequência de escovação dental é fator de risco para o desenvolvimento da cárie e problemas bucais em gestantes.

Além dos fatores fisiológicos, é muito comum novos hábitos como os famosos “desejos”, mal-estar e enjoos. E também comum a mulher sentir mais fome e ter os “desejo” por alimentos ricos em açúcares. O melhor é evitar e ter uma dieta rica em vitaminas A, C e D, proteínas, cálcio e fósforo.

A gestante, por ter seu estômago reduzido pela presença do bebê, costuma fazer várias pequenas refeições ao dia. Assim, o alimento permanece na cavidade bucal por mais tempo e muitas vezes não é removido pela higienização. A saliva se torna mais ácida e favorece o aparecimento de doenças bucais.

ENJOO PROVOCA ACIDEZ NA BOCA

Algumas mulheres que sentem enjoos ao colocar a escova de dente na boca podem por si só a trocarem por um simples bochecho. O que está totalmente errado!

A acidez também aparece nos episódios de enjoos, pois o refluxo do alimento é de um pH baixo (pode conter ácidos do estômago e alimento fermentado), contribuindo também para que o pH da boca se torne mais ácido.

E caso ocorra o vômito, a gestante deve-se fazer um bochecho com água e aguardar uns 10 minutos para fazer a escovação. Assim, o PH da boca se normaliza e a escovação da boca pode ser feita com mais eficácia.

 “A CADA FILHO NASCIDO, UM DENTE PERDIDO”

Minha avó querida Diva, que está lá em Goiânia, usa hoje prótese total encima e embaixo.

E eu perguntei a ela o porquê e ela me disse que a cada filho que ela tinha, o dentista arrancava um dente! E ela dizia que tinha dentes ótimos!

E eu me pergunto se realmente ela teve problemas dentários ou se era uma prática comum da época, para evitar que problemas surgissem.

Seja o motivo que tenha sido, isso não é uma realidade nos dias de hoje.

Com tanta informação e tratamentos, a pessoa deve fazer de tudo para não perder seus dentes. E isso começa pela PREVENÇÃO.

DIFICULDADE DO TRATAMENTO DENTÁRIO EM GESTANTES

Durante os primeiros três meses o bebê ainda está em formação e alguns procedimentos devem ser evitados, entre eles, cirurgias de grande porte e excesso de exames de imagem.

No último trimestre, o desconforto é mais por conta da barriga, que na posição da cadeira do dentista pode dificultar a respiração da mulher.

E para o tratamento sem dor da paciente é melhor o uso de Anestesia Local.

Pois o estresse da sensação de dor pode aumentar os níveis sanguíneos de hormônios relacionados ao estresse, como a adrenalina e cortisol, prejudicando assim o feto. A dor da picada do anestésico nem se compara ao desconforto de um tratamento sem anestesia.

GESTANTE DEVE TRATAR DOS DENTES

A futura mãe deve procurar o dentista para buscar orientação em relação à prevenção. E se houver necessidade do tratamento, devem fazê-lo pois essas infecções podem prejudicar a própria saúde e a do bebê.

A melhor fase para o tratamento dentário é o segundo trimestre da gravidez (entre 4o e 6o mês), por ser o período já de formação dos principais órgãos do bebê.

O dentista sempre deve estar em contato com o médico responsável pela gestante.

GESTANTE PODE FAZER RADIOGRAFIAS

A gestante pode realizar exames radiográficos e a fase recomendada é a partir do 4o mês, sob prescrição médica. E caso for necessária, deve-se usar o colete de chumbo para proteção.

Os exames mais solicitados são as radiografias panorâmicas e periapicais. E ambas podem ser feitas entre os 4º e 6º mês de gestação sem problemas. Fora desses períodos, somente com recomendação médica.

CONCLUSÃO

A inflamação dos ligamentos e ossos que fixam os dentes à gengiva (gengivite e periodontite) é causada pela presença de biofilme (placa bacteriana) que se acumula na superfície dentária quando a higiene bucal não é realizada de maneira adequada.

No caso das gestantes, é um problema bastante comum pois ao realizar a escovação elas relatam desconforto por causa das náuseas. Além disso, é nítido que alterações de hábitos e frequência alimentares contribuam para a maior permanência de restos alimentares na boca da gestante. Assim há inflamação.

O problema dessa inflamação é que as toxinas geradas por ela (citocinas) podem entrar na corrente sanguínea e induzir o parto prematuro.

As gestantes devem buscar tratamento com o Dentista assim que reconhecerem os sintomas da doença, como sangramento da gengiva, mau hálito e amolecimento de dentes.

Precisamos nos lembrar de que cada gestante tem as suas peculiaridades.

O dentista deve avaliar as necessidades de realizar o tratamento e os riscos diante de cada caso. E sempre estar em contato com o médico da paciente.

E seria interessante que surgissem mais ações para que a Saúde Bucal do Brasileiro melhore; tanto no quesito Prevenção como na Melhora da Qualidade do Tratamento em Redes Públicas.

Participei de Ações Sociais de Saúde em alguns bairros de São Paulo e em aldeias indígenas do Mato Grosso do Sul e a situação é preocupante.

Há falta de informação da população quanto à simples manobras de prevenção e também faltam profissionais nas UBSs para fazer o devido tratamento dos problemas dentários dessas pessoas.

Focando em Prevenção Bucal e no Geral com certeza haverá uma melhor qualidade de vida para a população e de quebra uma economia de milhões de reais em tratamentos odontológicos e médicos em UTI.

E em relação às gestantes em específico, sabemos que devido à preocupação com vários outros assuntos, há uma tendência em se cuidar menos dos dentes do que das outras coisas. E isso deve mudar. Todos têm a Sua responsabilidade.

E cabe a todos nós Dentistas e pessoas que sabem agora da importância do cuidado com a Saúde Bucal orientarmos essas gestantes.

Afinal, como dizem por aí, A Saúde começa pela Boca!

E para finalizar, uma declaração de uma médica ginecologista:

“O parto prematuro e a deficiência na Saúde Bucal podem estar diretamente relacionados”.

De acordo com Carla Ferreira Kikuchi, ginecologista obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana, de São Paulo, os problemas dentários não só Causam prematuridade nos partos, como também o Nascimento de bebês com baixo peso.

Portal Terra 12/06/2012

A Prevenção é o Melhor caminho para ter Saúde.

 

Referências:

https://www.odontocape.com.br/blog/doenca-bucal-em-gravidas-pode-provocar-parto-prematuro/

https://www.ident.com.br/aldamarta/artigo/118-pre-natal-odontologico-mitos-e-duvidas-mais-comuns-das-gestantes-frente-ao-tratamento-dentario

https://www.msn.com/pt-br/saude/dentes-saudaveis/doen%C3%A7a-periodontal-pode-causar-parto-prematuro/ar-BBs2rWj

http://qualidadeemsaude.com.br/odontologia/590-problemas-bucais-podem-causar-o-parto-prematuro

https://noticias.r7.com/saude/falta-de-higiene-bucal-pode-causar-parto-prematuro-alertam-especialistas-21032014

https://noticias.r7.com/saude/falta-de-higiene-bucal-pode-causar-parto-prematuro-alertam-especialistas-21032014

https://www.abcdsaude.com/2017/12/voce-sabia-que-carie-e-inflamacao-na.html

Gostou? Curta, comente e compartilhe!

CLIQUE PARA VER O PROGRAMA DA SEMANA PASSADA. ATÉ QUINTA-FEIRA!

ESCOLHA ENTRE FACEBOOK E YOUTUBE:)

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/paula.p.deabreu/videos/10155594274422751/

https://www.facebook.com/paula.p.deabreu/videos/10155594366522751/

YOUTUBE:  https://www.youtube.com/watch?v=pDlN8f5f5FI

 

CLIQUE ABAIXO e Curta Agora Também a Nossa Página do Facebook!

https://www.facebook.com/RadiologiaOdontologicaAbreuOficial/

https://www.facebook.com/naotatudobem/

https://www.facebook.com/paulaabreusorriso/

 

CLIQUE DEPOIS ABAIXO e Siga também o Nosso Instagram:

https://www.instagram.com/radiologiaodontologicaabreu/

https://www.instagram.com/paulaabreu_sorriso

 

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

https://www.youtube.com/channel/UCds5nuRlBP66i39sqoeVpMA

https://www.youtube.com/channel/UCm2hCFKsajYKme9BCZVoQuQ

 

“Radiologia Odontológica Abreu – Porque o Sorriso é o Idioma Universal.”

Nosso Endereço: Avenida Otacílio Tomanik, 246 – Jardim Bonfiglioli – Butantã – São Paulo – SP

Para agendamentos, fale conosco: (11) 3853-7071  ou  (11) 94785-3150
Whats App: (11) 93005-2297

#radiologiaodontologicaabreuoficial, #radiologiaodontologica , #radiologiaodontologicaabreu #radiografiaodonto, #odontologia, #radiografia #saudebucal, #sorriso, #sorrisoidiomauniversal , #radiologiaabreu , #paulaabreusorriso ,#raioxdosorriso, #paulaabreu, #naotatudobem, #paulaabreu_sorriso, #declaraçõesbolsonaro, #saúdebucalgestantes, #prematurosesaúdebucal

 

Por favor Avalie Isto.

1497total visits,2visits today

Sobre o Autor: Paula Pinheiro Abreu

Olá! Sou Paula Abreu. Sou formada em Odontologia pela UNESP de São José dos Campos e especialista em Radiologia e Imaginologia Odontológica pela USP (FUNDECTO). Estou atenta a tudo o que acontece no dia-a-dia e acredito que uma situação por mais simples que seja, podem nos ajudar a melhorar. Depende de nosso olhar! Porque Sorrir faz Bem e fazer outra pessoa Sorrir, melhor ainda! Vamos juntos!

2 Comentários Para “Problemas Dentários causam Parto Prematuro?”

Você pode deixar a resposta ou voltar para este post.

Deixe uma Resposta

Seu Email nâo será Divulgado.